quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Analisando uma Obra de Arte

 Em exposições de arte, museus...anote essas dicas

  • Evite ler a etiqueta em uma obra de arte quando você a vê pela primeira vez. Tente entendê-la antes de deixar que algo influencie sua opinião.
  • Obtenha uma primeira impressão avaliando se a obra de arte desperta algumas emoções, como tristeza, felicidade, medo ou confusão (isso é normal).
  • Observe as linhas. Avalie se são suaves e leves como as pinturas de Renoir, ou escuras e fortes. Olhe como o artista as usou, por exemplo, Van Gogh usou-as para mostrar as correntes de vento em noite estrelada, enquanto Munch as utilizou em “O Grito”, para exibir ondas sonoras.
  • Observe as cores e os tons, e como criam o temperamento da obra de arte.
  • Procure símbolos possíveis, especialmente em pinturas religiosas. Uma pomba geralmente representa o Espírito Santo, enquanto uma serpente simboliza o mal. Quanto mais você analisar a arte, reconhecerá e compreenderá ainda mais esses símbolos.
  • Observe a composição e a perspectiva da obra de arte, inclusive se é cheia de detalhes, simétrica, e o ângulo. Por exemplo, em “A Última Ceia” de Tintoretto, a composição e a perspectiva estão em um ângulo de cima, que é diferente da maioria das pinturas de “A Última Ceia”, que costumam ser simétricas e centralizadas.
  • Observe a luz e a sombra. Muitas vezes, os artistas usam a luz para dar um efeito dramático, como na pintura de Carravaggio “A Conversão de São Paulo”. A luz pode dizer também a hora do dia na pintura e se vêm de fonte natural (como um relâmpago) ou artificial (lanterna).
  • Use todas as informações que você recolheu até agora para compreender o tema, que é a mensagem da pintura.
  • Agora sim, olhe a etiqueta. Ela deve informar pelo menos o nome da obra de arte, o artista e a data. Às vezes, ela também indica sobre o que é a obra. Por exemplo, a famosa pintura “Mãe de Whistler” é, na verdade, chamada de “Arranjo em Cinza e Preto”: “A Mãe do Artista”. Isso mostra que o artista estava mais concentrado no arranjo de cores do que no amor por sua mãe.

Outras análises de uma obra de arte

Você ainda pode perceber ao olhar para uma pintura:
  • O tema que o artista escolheu para identificar sua obra – uma mensagem dotada de significado;
  • Técnica é o material que o artista usa para produzir o seu trabalho – pode ser óleo sobre tela, acrílica sobre tela, aquarela, entre outras;
  • O simbolismo através de objetos ou cenas reconhecíveis que representam uma época em que o artista viveu ou a mensagem que ele quer passar;
  • Estilo do artista que pode ser reconhecido pelas suas cores, sua forma de pintar, sua época e seus significados dentro de um contexto histórico.
Isso tudo sem esquecer que a interpretação pessoal pode fazer perceber muitos significados de uma obra de arte e isso é pessoal mesmo. Mas a sua experiência pode se ampliar com o conhecimento de história da arte e técnicas de pintura que faz notar detalhes, significados e o seu olhar se torna mais aguçado.
Veja as obras de arte com outros olhos e tente fazer essa análise. Você vai ver como é um exercício prazeroso e educativo para sua vida.

Fonte : Canal do Ensino - fotos de Medusa de Caravaggio, O Grito - Edvard Munch
O quarto - Vincent Van Gogh - A moça de Brinco de Pérolas de Johannes Vermeer
Monalisa - Leonardo da Vinci -  - Rosa e Azul de Renoir

OBS: Rosa e Azul de Renoir está exposta no MASP - Museu de Arte de São Paulo
As terças- feira o ingresso é gratuito- Bom programa para as férias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Pesquisar este blog

aproveite e curta nossa página

Pinterest

Flag Counter

Flag Counter

Arquivo do blog

Resumos Biográficos