Que bom que você veio...

Visitante

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Deidade / Mantras

Significado de deidade. : Conjunto de forças ou intenções que materializam a divindade.

 Neste ano que esta por terminar, tive a oportunidade de fazer cursos de meditação on line com os conceituados professores de Vedanta,  Jonas Masetti -https://www.vedanta.life   e  Deep Chopra. www.chopra.com
Meditação e Índia, sempre estiveram no meu subconsciente de uma forma que nem sei como explicar, tenho uma grande atração pelo assunto e tenho conseguido muito em termos de paz, felicidade, auto conhecimento etc com este procedimento. Como tudo que eu aprendo eu repasso no meu blog, trago hoje o tema do Hare Krishna, com alguns ensinamentos básicos que podem ser utilizados por qualquer pessoa que respeite a crença que não interfere em nada com qualquer que seja sua religião.
Vedanta é um auto conhecimento não é uma religião.

Os devotos Hare Krishna são estritamente monoteístas: concebem a existência de um único Deus o qual é provido de infinitos nomes e infinitas formas conforme suas infinitas qualidades. O nome principal de Deus é Krishna que significa "OTodo atrativo" e que, portanto, engloba todas as demais qualidades. Krishna é descrito como a expressão original e mais alta de Deus, svayam bhagavan, e em geral a literatura do Movimento refere-se a ele como "a Suprema Personalidade de Deus".
Sri Krishna, que segundo a tradição esteve pessoalmente na Terra há cerca de 5000 anos, tem características nitidamente antropomórficas e possui seis opulências principais: beleza, inteligência, força, fama, riqueza e renúncia. Tem o corpo eternamente jovial, com a "cor da nuvem fresca de chuva", e gosta de tocar flauta e brincar em companhia de seus servos e servas em sua morada espiritual. A potência de felicidade de Krishna se chama Radha, ( Rama ) sua consorte eterna e que, quando ele esteve na Terra, atuou como sua amiga de infância e amante. Para os devotos, Radha (Rama) representa a contraparte divina do sexo feminino, a potência espiritual original, a mãe da devoção e a expressão máxima de amor divino. O foco de todas as atividades do Movimento é o culto devocional (bhakti) de Radha e Krishna, idealizando que o devoto adquira amor puro e sincero por Deus (prema) sem esperar nada em troca, nem mesmo libertação ou salvação.

 Mantra para saudar Krishna e Rama

“Hare Krishna, Hare Krishna
Krishna Krishna, Hare Hare
Hare Rama, Hare Rama
Rama Rama, Hare Hare”

Tradução  “Saudações ao Senhor Krishna, a Suprema Personalidade Divina e Saudações ao Senhor Rama, a Sabedoria e a Reta Justiça!”
Conhecido como Mahamantra, Quando entoamos, ou simplesmente pensamos no “Mahamantra”, como é conhecido, o amor universal se faz presente no mesmo momento, abençoando a todos os seres. Krishna e Rama representam a parte mais bela, pura e angelical da criação divina. Na Índia, Krishna e Rama são representados por um lindo jovem, de pele azul, que usa enfeites com flores, jóias, penas de pavão e uma flauta que traz as notas musicais mais divinas. Dentro da filosofia hindu, esses elementos são utilizados para representar as perfeitas criações de Deus. O pavão simboliza a beleza do reino animal, as jóias representam as pedras preciosas, o reino mineral. A flauta é o ar, o som se propagando, representa aquilo que não podemos ver, mas podemos sentir com o coração. As flores são as lindas manifestações do reino vegetal.
Sendo assim, a consciência de Krishna e Rama é o Todo que está em Tudo.
Viver na consciência de Krishna e Rama é compreender a presença da luz de Deus em todos os seres e em todas as coisas da natureza. Krishna e Rama não são necessariamente um ser de pele azul, mas o próprio azul do céu que nos ampara e nos brinda a cada manhã de sol.

O canto de palavras sagradas em seu idioma original têm o poder de controlar os ciclos cerebrais e organizar os pensamentos de forma tranquila, trazendo consciência, criatividade, amorosidade e paz. Os mantras auxiliam no controle da respiração, na circulação sanguínea, no auto-conhecimento e no desenvolvimento das maiores virtudes, que são sathya (verdade), shanti (paz real), prema (compaixão) e sadhana (disciplina espiritual).
 Os mantras trazem a tranquilidade dos grandes mestres (Krishna, Buda, Rama, Jesus, Maomé, etc.) ao nosso coração, eliminando a agressividade e violência, tão presentes em nosso mundo.

Lembrete: Os mantras nos auxiliam no senso de cooperar com nossos irmãos, de ajudá-los na evolução e na regeneração do planeta, buscando uma nova era de luz


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pinterest

Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Resumos Biográficos

aproveite e curta nossa página

Google+ Followers