terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Como vai seu Fígado ?

O fígado leva a culpa de todos os exageros que cometemos pela vida afora, diz o Dr. Drauzio Varella., a ressaca ou a dificuldade de digestão, comuns quando se come ou bebe demais, em geral, são atribuídas ao mau funcionamento do fígado e não aos excessos praticados.
Talvez isso explique a existência, no mercado, de uma quantidade enorme de produtos farmacêuticos que explora certas crendices populares a respeito do fígado. Trata-se de drogas que nunca demonstraram os efeitos protetores que seus fabricantes apregoam. Na verdade, não há um único medicamento capaz de “proteger” o fígado. Quando ele dá sinais de sofrimento, na maior parte das vezes, já foi seriamente agredido pela repetição de alguns maus hábitos de vida.
Manter seu fígado saudável é uma das melhores coisas que você pode fazer para si mesmo.
Um fígado sadio e funcionando bem proporciona vitalidade, aumenta a disposição, melhora a concentração, enfim, faz a gente se sentir muito bem.
O fígado é, na verdade, uma fábrica de sangue e desempenha um papel importante no processo de renovação desse importantíssimo líquido.
Um fígado saudável proporciona uma boa digestão e estimula o metabolismo.
Além disso, ele é de grande importância quando se trata de desintoxicação, pois limpa o sangue e remove toxinas do corpo.
Limpezas periódicas do fígado é algo que você deve fazer se quer preservar a sua saúde.
Suas taxas de colesterol estão altas?
  • Sabia que um fígado sadio produz menos colesterol e triglicérides?
  • Logo, outro benefício da limpeza do fígado é ajudar para a normalização das taxas de colesterol e de triglicérides.
Existe um remedinho caseiro que dizem ajuda e muito na limpeza do fígado, é simples, leva só dois ingredientes.
  • Um limão fresco, de preferência orgânico.
  • E azeite extra-virgem de oliva, também de preferência orgânico.
Se você não sabe, o limão é uma fruta que ajuda muito o fígado.
Um dos motivos é que o limão contém o antioxidante eriocitrim.
Essa substância, segundo estudos, desintoxica e regulariza as funções hepáticas.
O azeite extravirgem de oliva, sem excessos, ajuda a proteger o fígado do stress oxidativo, ou seja, é um protetor natural hepático.
O fígado é muito resistente. Inclusive resistente a alimentos. É comum os pacientes com cirrose ou hepatite crônica estranharem que o médico não lhes prescreva uma dieta alimentar, mas ela é absolutamente desnecessária. Na verdade, não é o fígado, mas o estômago, o esôfago, o duodeno ou o intestino que reagem mal à ingestão de alimentos gordurosos ou muito apimentados. O fígado, porém, não tolera álcool nem certas drogas.
 Os remédios usados para proteger o fígado são eficazes?
 A intenção é boa, mas os remédios não são eficazes. O fígado é como uma indústria que precisa trabalhar. Estaremos ajudando muito, se não prejudicarmos sua atividade com drogas, bebidas alcoólicas e evitando adquirir alguns vírus que possam minar sua resistência.
Cientistas chegaram à conclusão que os animais alimentados com uma dieta à base de azeite de oliva ficaram com o fígado protegido.
E como é que se faz esta super simples limpeza do fígado?
  • Tudo o que você tem a fazer é misturar suco de limão e azeite de oliva em partes iguais.
  • Uma colher de sopa de cada já está bom.
  • Faça isso de manhã, logo cedo, antes de beber ou comer qualquer alimento.
  • Esta limpeza também é ótima para os intestinos, ajudando a combater prisão de ventre e outros problemas digestivos.
  • Faça por 30 dias e, nesse período, deixe de consumir álcool.
E, mesmo quando terminar a limpeza, mantenha-se longe de bebidas alcoólicas.
O resultado será um fígado funcionando muito bem e muito mais saúde e energia na sua vida.

Fontes: Dr. Drauzio Varella - médico / Luis Caetano da Silva, - Professor USP
livro - Cura pela Natureza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Pesquisar este blog

aproveite e curta nossa página

Pinterest

Flag Counter

Flag Counter

Arquivo do blog

Resumos Biográficos