terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Osteoporose

Osteoporose é uma doença que consiste em perda de massa óssea, tornando os ossos frágeis e suscetíveis a fraturas. A osteoporose afeta ambos os sexos, porém é mais comum em mulheres pós menopausa. Ela também pode afetar indivíduos jovens quando o corpo está sujeito a algumas deficiências.
Os fatores de risco : Idade /sexo - Obesidade - Falta de estrogênios "menopausa"- Tabagismo- Álcool.
Osteoporose significa ‘osso poroso’. É uma doença progressiva de perda de massa óssea, que se desenvolve de forma imperceptível, sem sintomas ou dor, até a ocorrência de uma fratura, que geralmente ocorre no pulso, na coluna, no quadril ou no fêmur, que é o ponto mais grave. 
Fatores socioculturais e alimentação deficiente podem levar a uma fragilização dos tecidos dos ossos e ao raquitismo antes disso. Fatores agravantes, como baixa ingestão de cálcio e/ou vitamina D, fumo, consumo excessivo de bebida alcoólica, vida sedentária e histórico familiar também são observados em indivíduos que desenvolvem a osteopenia, um estágio anterior à osteoporose

Como se trata de uma doença silenciosa, o diagnóstico acontece após exames de rotinas, por volta dos 35 ou 40 anos, onde se percebe alterações nos níveis de cálcio e vitamina D nos exames de urina e sangue e exames de densidade óssea. Se houver suspeita, o médico encaminha o paciente para um reumatologista.
Para reverter o quadro, recomenda-se o consumo ou suplementação de cálcio, exposição ao sol (que estimula a produção de vitamina D no corpo) e exercícios físicos.
Para obter essa quantidade, a principal fonte de cálcio são os alimentos lácteos: leite e seus derivados. Segundo o dr Cristiano Zerbini, reumatologista e representante da Fundação Internacional de Osteoporose no Brasil, a alimentação normal do brasileiro (arroz, feijão, salada e carne) fornece cerca de 200 mg por dia. Incluir um copo de leite, um copo de iogurte e uma fatia de queijo leva esse valor ao nível desejado. E mais: tirar a gordura do leite não influi no nível de cálcio. Portanto, as pessoas podem fazer consumo de leite semidesnatado ou desnatado, sem nenhum problema. Consulte sempre um médico, não se auto-medique  com cálcio antes de uma avaliação  médica perfeita.
O tratamento da doença se restringe a Medicação - Exercícios - Dieta Balanceada e Prevenção contra quedas 
Fotos - Reumatoguia - # Saúde nas redes - SUS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Pesquisar este blog

aproveite e curta nossa página

Pinterest

Flag Counter

Flag Counter

Arquivo do blog

Resumos Biográficos