domingo, 5 de fevereiro de 2017

O tal Cloreto de Magnésio.

Hoje quero compartilhar com vocês algo que venho tomando e que estou sentindo resultados interessantes como : melhor disposição, calma, sono prolongado, poucas dores no corpo  e principalmente  melhora com a tendinite, e  LER  (exercício repetitivo) que foi o que 
me levou a comprar e usar Cloreto de Magnésio, pois não posso tomar anti- inflamatório. Dito isso seguem algumas informações colhidas na Internet que também podem leva-lo (a ) a experimentar.  Bora lá :

IMPORTÂNCIA DO CLORETO DE MAGNÉSIO


O magnésio produz o equilíbrio mineral, anima os órgãos e suas funções (catalisadoras), como os rins para eliminar o ácido úrico nas artrose. Descalcifica até as finas membranas nas articulações e as esclerose calcificadas, para evitar infartes, purificando o sangue. Vitaliza o cérebro, desenvolve ou conserva a juventude até alta idade.

Depois dos 40 anos, o organismo absorve sempre menos magnésio, produzindo velhice e doenças. Por isso ele deve ser tomado como preventivo conforme a idade:

a) de 40 aos 55 anos – ½ dose diária.

b) de 55 aos 70 anos – 1 dose pela manhã.

c) de 70 aos 100 anos – 1 dose pela manhã e 1 dose à noite.


Não cria hábito, nem dependência, mas deixando de tomá-lo perde-se a proteção. As doenças, dores e o desgaste natural serão bem atenuados ou até eliminados.

O magnésio não é remédio, mas alimento sem contraindicação, por isso é compatível com qualquer medicamento simultâneo. O adulto precisaria obter dos alimentos o equivalente a 3 doses e, não o conseguindo, deveria complementá-los, à parte, para não adoecer. Dificilmente passará do limite, por isso as doses indicadas para os de 40 a 100 anos são as mínimas.

Sempre que indico alguma coisa, peço que vocês ouçam seu médico a respeito. Não custa nada perguntar nem que seja só por telefone, pois não existe nada contra, mas cada caso é um caso e sem dúvida, o médico deve ser ouvido.

FORMAÇÕES ORGÂNICAS

a) Bico de papagaio, nervo ciático, coluna, calcificação, surdez por calcificação: Tomar 1 dose pela manhã, 1 dose à tarde e 1 dose à noite. Quando curado, deve-se tomar o cloreto de magnésio como preventivo, isto é, conforme a idade.


b) Artrose (o ácido úrico se deposita nas articulações do corpo, visivelmente nos dedos, até que incham, porque os rins estão falhando por falta de magnésio): Tomar uma dose de manhã. Se em 20 dias não sentir melhoras e não reparar em anormalidades, tomar uma dose pela manhã e 1 dose à noite. Depois de curado, continuar com as doses como preventivo.

c) Próstata: Tomar 2 doses de manhã, 2 doses à tarde e 2 doses à noite. Ao melhorar tomar como preventivo.

d) Problemas da velhice – rigidez muscular, câimbras, tremor, artérias duras, falta de atividade cerebral: 1 dose de manhã, 1 dose à tarde e 1 dose à noite.


Basta o corpo estar devidamente mineralizado para se ver livre de quase todas as doenças.


ATENÇÃO!
O cloreto de magnésio para uso humano tem que ser do tipo PA (puro para análise) e sua cor é bem branca. É normal empedrar, mas isso não altera seu teor de qualidade.

COMO PREPARAR

Dissolver numa jarra 100 gramas de cloreto de magnésio em 3 litros de água filtrada ou mineral  (33 gramas por litro). Depois de bem misturado, colocar em vidros (não usar recipientes de plástico). A dose é de um copinho de café, conforme a idade e a necessidade.

Mais informações sobre o Cloreto de Magnésio: 
http://www.cloretodemagnesio.com.br/identificadores.php 

http://www.solucaoperfeita.com/magnesio

Fontes: Amigos da Cura , YouTube - Verdade Que Liberta , Cura Pela Natureza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Pesquisar este blog

aproveite e curta nossa página

Pinterest

Flag Counter

Flag Counter

Arquivo do blog

Resumos Biográficos