quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Alimentos Funcionais


Na gastronomia funcional, dá-se preferência aos alimentos orgânicos e biodinâmicos.Ambos são cultivados sem adubos químicos e agrotóxicos. No entanto, a agricultura biodinâmica leva em conta o posicionamento da lua e de outros astros para o plantio, cultivo e colheita dos alimentos. Ela também promove o rodízio das culturas no solo para não empobrecê-lo.

Alguns benefícios da gastronomia funcional

O consumo regular de alimentos ricos em ômega 3, como a chia, que ajuda a melhorar a atividade cerebral, auxilia no combate às inflamações e na diminuição do risco de doenças cardiovasculares. Os probióticos, como os leites fermentados, coalhadas, queijos e iogurtes ajudam a regular o funcionamento do intestino e previnem o aparecimento do câncer no cólon. Já os prebióticos, como a biomassa de banana verde, batata yacon, aveia, chicória, alho e o aspargo auxiliam no funcionamento intestinal e promovem o aumento do cálcio no organismo. Os antioxidantes, como o suco de uva integral, as ervas e especiarias atuam na redução do envelhecimento celular e na inibição da formação de Câncer.
Há uma gama de alimentos benéficos à saúde de diversas maneiras. Entretanto, para o organismo se beneficiar de todos os nutrientes, é preciso fazer uma reeducação alimentar.

Todo alimento é funcional?

Sim, todo alimento é funcional, mas não para todas as pessoas. Por isso, dependendo da individualidade bioquímica, um alimento pode fazer muito bem para uma pessoa e provocar alergias e reações em outra. O ideal é consultar um especialista a fim de descobrir quais alimentos trarão benefícios ao organismo.

Como potencializar os fitoquímicos dos alimentos?

Na gastronomia funcional, não só os alimentos a serem utilizados têm fator de importância, mas também o modo de preparo destes, a fim de preservar e potencializar ao máximo seus fitoquímicos. Isso garante também que sejam absorvidos pelo organismo da melhor forma: é a chamada biodisponibilidade do nutriente.
Por exemplo, quando o tomate é aquecido na temperatura adequada, o seu fitoquímico (licopeno) é potencializado. Se o azeite é acrescentado, o organismo absorve o licopeno mais facilmente.

Fonte - Gastronomia Funcional

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Pesquisar este blog

aproveite e curta nossa página

Pinterest

Flag Counter

Flag Counter

Arquivo do blog

Resumos Biográficos