terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

A terrível escolha da profissão



A escolha da profissão não é tarefa fácil, quantas e quantas vezes erramos, quantas e quantas pessoas com mais idade, dizem que escolheram errado, que queriam na realidade, isso ou aquilo...Como não errar? como não chegar na idade adulta ( se é que isso existe ) sem sentir aquele amargo de ter feito uma escolha precipitada, ou aquela que o pai ou a mãe gostava. Essa é realmente uma tarefa de peso na vida, por mais que a gente pense que pode modificar tudo a qualquer hora, a realidade não é bem assim. Vamos tentar enxergar os diversos tópicos que podem ser analisados para tomar a tal  decisão. As incertezas, a ansiedade e até a pressão do mercado de trabalho atrapalham no momento da seleção. É importante manter a calma e ponderar as suas preferências.
Alguns centros educacionais oferecem oportunidade ao vestibulando de assistir a uma ou duas aulas para conhecer um pouco mais do que abrange o curso, mas não é o suficiente. A realidade de um estudante difere da realidade da profissão, e por isso, buscar o máximo de informações sobre a área de interesse é essencial. Escolher uma profissão gera dúvidas, por isso, ou se procura um orientador vocacional ou se tenta por conta própria conhecer as diversas áreas de atuação e enfrentar todas as dúvidas  
Eu tenho umas "dicas "
Autoconhecimento: este é o primeiro passo. O autoconhecimento é fundamental em todas as etapas da vida, portanto, relacione as suas qualidades, habilidades, o que mais gosta de fazer e estudar.
Pesquise: reúna informações de todos os meios que conseguir, revistas, artigos, internet, etc.. Os cursos online são ótimos para conhecer algumas áreas, antes de ingressar definitivamente no ensino superior, invista neles, tem cursos online gratuitos que você paga o Certificado se quiser, pense nisso, faça a experiência, veja se é "sua praia"
Contatos: entrar em contato com os profissionais da área e integrar-se da rotina é uma alternativa que funciona e orienta muitos indecisos. Converse sobre isso, faça amigos na área que você vê possibilidades, pergunte tudo o que você quer saber, desde salário, tempo, etc etc .Não se envergonhe nunca em querer saber.   Anote, pense, repense.
Equilibre: coloque os cursos com mais afinidade em primeiro lugar e destaque quais perspectivas deseja alcançar, imagine-se daqui alguns anos. Lembre-se, não é o jogo dos sete erros, cultive o equilíbrio entre o “gostar de fazer” com as realidades da profissão, principalmente a realidade financeira, porque que eu saiba ninguém gosta de ser "duro", de não ter um automóvel, de não investir em um imóvel, de não viajar pelo mundo. Pense Grande , mas pense  "na real."
Por mais que tenha auxílio de profissionais, família e amigos, a decisão é individual.Só você sabe onde quer chegar, qual pode ser o seu poder aquisitivo, o que realmente importa para você.
Em todas as carreiras existe algo indispensável: a dedicação. Busque aprimorar cada vez mais as suas aptidões no campo escolhido, evoluir profissionalmente gera satisfação quando há dedicação.
Espero ter ajudado... seja feliz !..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Google+ Followers

Pesquisar este blog

aproveite e curta nossa página

Pinterest

Flag Counter

Flag Counter

Arquivo do blog

Resumos Biográficos